Céline Sciamma: 5 filmes fundamentais

by - julho 14, 2020

Terça-feira é dia de cinema por aqui e, como não poderia faltar, trouxe a nossa Artista de Cinema de julho, Céline Sciamma, com cinco de seus grandes filmes para comentarmos um pouquinho. 

sciamma
Céline Sciamma
Céline Sciamma hoje é uma das cineastas mais conhecidas da França, especialmente depois do filme lançado ano passado, Retrato de uma jovem em chamas. Quase que instantaneamente, a obra passou a figurar nas listas de melhores filmes do país. A diretora e roteirista, entretanto, tem uma carreira sucinta e de apenas grandes sucessos, a ver pelo que segue listado aqui. Então, de cara, fica fácil conhecer sua obra inteira e esperar ansiosamente - e respeitosamente, para dar o tempo de maturidade de algo ainda maior que os anteriores - pelo próximo projeto.

retrato-de-uma-jovem-em-chamas
Retrato de uma jovem em chamas (2019)
Um dos melhores filmes dos últimos tempos, já foi criticado aqui e também serviu como dica no instagram antes da pandemia. A obra conta a história de Marianne (Noémie Merlant), uma pintora que fará o retrato de Héloïse (Adèle Haenel), uma mulher que vive isolada em uma ilha na Bretanha. A ideia é que este retrato sirva como uma 'promessa de compra' ao futuro potencial marido. No século XVIII, era através destes registros que as uniões eram provocadas e prometidas, então a qualidade e honestidade da obra era algo a se respeitar. As duas estabelecem uma relação de cumplicidade e algo mais que se torna imperativo e urgente. Surge um amor firme que se estende e aperfeiçoa com o tempo que estas mulheres passam juntas e essa troca nós acompanhamos através também da construção fílmica: nos enquadramentos, figurinos, através dos diálogos, da fotografia. O filme é um emblema para o Cinema com letra maiúscula, é uma impressão firme de arte de tal forma, que ficamos com medo de piscar e perder alguma coisa. Para saber mais, clica aqui. E para assistir, encontrei no telecine play.

girlhood-sciamma
Garotas (2014)
Uma garota da periferia de Paris lida com o dia a dia de uma mãe que trabalha muitas horas para sustentar a todos, um irmão agressivo e ainda duas irmãs mais novas. Em plena adolescência, Marieme/Vic (Karidja Touré) precisa decidir que caminho seguir e seus rumos e descobertas são tratados aqui com um sensibilidade e maestria que quase nunca vemos em obras de formação. Um filme sobre juventude e adolescência, uma lindeza em todos os tons. Nesta época, eu conhecia Céline Sciamma por Tomboy e já me parecia importante. Ao ver este, percebi o potencial, cuidado e entrega de uma diretora. Está disponível no now, google play, youtube e apple tv.

tomboy-sciamma
Tomboy (2011)
Um filme incrível. Laure (Zoé Haren) tem 10 anos e acaba de se mudar com a família para uma nova cidade. Uma tarde, decide sair para conhecer os vizinhos e ao se apresentar, assume o nome de Mikael. A apresentação do filme é seu grande trunfo: as consequências e os comportamentos de Laure na rua e em casa são tão improvisados quanto essa nova identidade que concebeu para si. Uma obra que não pretende nada além de mostrar a infância e suas descobertas: uma garota que se apresenta como garoto e o que isso significa? Será que significa ou tem que significar alguma coisa? Inteligente, leve e com uma abordagem honesta e brilhante, nos faz ficar sem fôlego com o dia a dia de uma garota, sua família e seus amigos. Na apple tv e a crítica segue aqui!


sciamma-2010
Pauline (2010)
Da coleção 5 filmes contra a homofobia, esse curtinha de quase oito minutos com talvez três planos nos prende como se estivéssemos ouvindo uma amiga contando uma história. Pauline (Anaïs Demoustier), essa mocinha da foto, conta como foi sua adolescência e descoberta sexual, entre a ridicularização da família e amigos e a decisão de seguir em frente. A forma como Pauline narra, provoca em nós essa dimensão de escuta e de forma delicada, participamos e entendemos prontamente os preconceitos, as relações familiares, as dificuldades de todo os lados. É apenas o segundo filme de Sciamma, que estreou com um longa - Lírios d'água (2007) - nos cinemas. Está no youtube, grátis e com legendas em inglês.

lirios-dagua-sciamma
Lírios d'água (2007)
Encerrando com chave de ouro, o filme de estreia de nossa artista de cinema é Lírios d'água, um drama que gira em torno de três garotas e suas descobertas amorosas. Marie (Pauline Acquart) é apaixonada por Floriane (Adèle Haenel, sempre com Sciamma), que sabe do furor que causa e gosta de François (Warren Jacquin), por quem Anne (Louise Blachère) é apaixonada. Neste quarteto, a adolescência chega com toda a força e ternura dos primeiros amores, beijos e experiências. Uma obra novamente sensível, já com a carga e o poder dos ideais feministas e da força das grandes amizades entre mulheres. A última cena, inclusive é referência e referenciada em outros filmes do 'gênero'. Uma grande forma de começar a carreira. 

*Para saber mais sobre Céline Sciamma, nossa Artista de Cinema de julho, clica aqui!

Posts Relacionados

0 comentários

//]]>